A Raiz da Reijeição

O famoso médico e conselheiro cristão, Paul Tournier, em seu livro Creative  Suffering, fez algumas observações interessantes sobre a privação emocional. Paul relata o fato impressionante de que uma parcela expressiva dos maiores líderes do mundo tinha algo em comum: todos compartilharam a experiência de terem sido órfãos. E, para minha surpresa, alguns desses grandes empreendedores foram vítimas de abuso e outros, severamente maltratados. “Isso é confirmado em vários estudos sobre grandes realizadores”, escreve Tournier. “Daqueles que se tornaram notáveis empreendedores, 75% sofreram sérias carências emocionais ou dificuldades na infância. Pelo fato de se sentirem tão indignos interiormente, esforçaram-se até a morte tentando obter algum valor. E, como resultado disso, muitos deles se tornaram bem- sucedidos”.

Um livro chamado The Hidden Price of Greatness1 relata as histórias de muitos grandes homens e mulheres de Deus que foram usados por Ele de forma poderosa no passado. Podemos aprender algumas verdades grandiosas ao observar a vida desses indivíduos. O livro explica como uma infância sofrida freqüentemente estabelece uma ponte para uma vida de conflitos. Por exemplo, o pai de David Brained morreu quando dele tinha apenas 8 anos. Sua mãe morreu quando ele tinha 14. E, muito embora ele herdasse um patrimônio considerável, perdeu o amor e a afeição de seus pais, que são tão essenciais para a felicidade e a segurança de uma criança.

Brainerd, como muitas outras crianças órfãs e negligenciadas, carregava um senso de culpa anormal, quase como se fosse o responsável pela morte de seus pais. O autor relata que o Espírito Santo, repetidamente, tentou tornar real para David Brainerd que sua suficiência estava em Cristo. Aparentemente, ele obtinha alguma revelação e tentava praticá-la por um tempo, mas voltava à mentalidade de “obras e sofrimento” enquanto tentava atingir a perfeição interiormente.

Deus fez o mesmo tipo de trabalho em mim várias vezes, e a cada vez minha reação era semelhante à atitude de David Brainerd. Durante meus períodos de sofrimento, o Espírito Santo me revelava a graça e a misericórdia de Deus e como minha perfeição somente poderia ser encontrada em Cristo. Eu entrava no descanso de Deus e passava certo tempo desfrutando essa vitória. Então, o diabo me atacava novamente, e Deus me dava nova revelação, ainda mais profunda. Uma vez que o diabo sabe que somos vulneráveis em certa área, ele nos atacará ali, vez após vez, para ver se há alguma fraqueza remanescente da qual ele pode se aproveitar.

Você sabe o que aconteceu a David Brainerd? O livro diz que, “por volta de 1700, seu maior temor veio sobre si”. Como missionário, embora ele tivesse um ministério poderoso, ficou inválido, bastante doente para poder pregar, ensinar ou orar e morreu aos 29 anos. O jovem tinha se esgotado tentando servir a Deus por meio do perfeccionismo. Ele,literalmente, desgastou-se a ponto de tornar-se fisicamente doente e morrer simplesmente porque se sentia muito inseguro por causa da rejeição.

Quantos “David Brainerd” existem no mundo de hoje que estão se desgastando ao tentarem ser dignos de algo, ao escalar a escada do sucesso? Temos disponível a única coisa de que verdadeiramente precisamos: o amor de Jesus Cristo. De fato, Sua opinião a nosso respeito é a única que realmente conta!

Quero que todos gostem de mim, mas descobri, muito tempo atrás, que tentar fazer as pessoas gostarem de mim é uma tarefa árdua! E sabe o que é mais interessante? Quando parei de me importar com o que os outros pensavam a meu respeito, pude ver que não havia tantas pessoas que realmente pensavam mal de mim. Percebi que o diabo colocava pessoas que não gostavam de mim por perto na mesma proporção em que eu me importava com isso! Quando desisti de me preocupar, tais pessoas simplesmente desapareceram.

Extraído do Livro: A Raíz da Rejeição de Joyce Meyer
Anúncios

Sobre ainconformada

Cristã inconformada com este mundo.
Esse post foi publicado em Vida Cristã. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s