“A agraciada”

Faz muito tempo que não escrevo aqui por falta de tempo e também por desânimo. Depois das eleições, que foi um momento de conhecer de fato as pessoas, eu meio que percebi que as pessoas não vão mudar o pensamento delas a respeito de alguma coisa só porque leram alguma coisa. Elas vão mudar pela própria experiência, ou pela transformação do Espírito Santo na vida delas. Eu posso me matar de argumentar, não vai adiantar. E daí, nesse cenário de guerra, de pessoas se atacando e julgando umas as outras eu preferi me calar. Mas cá estou, com meus pensamentos. Não tentando mudar a cabeça de ninguém pois não tenho esse poder, mas apenas expressando meus sentimentos.
As vezes eu volto a esse blog e começo a ler as minhas postagens antigas. E é muito bom lembrar das coisas que Deus já fez por mim, das coisas que Ele já me mostrou e me revelou. Mas também de ver como a gente muda o pensamento ao longo do tempo sobre algumas coisas, como a gente amadurece, e com uma vergonha de mim mesma por certas coisas que eu já pensei e disse, eu apago o post, e sigo agradecendo a Deus pela evolução dos pensamentos.
Eu comecei esse blog num momento de “revolta” com certas pessoas que se diziam cristãs mas não agiam como, que envergonhavam o nome de Cristo e atrapalhavam o crescimento da igreja, afastando pessoas com seu mau testemunho. Me intitulei “a inconformada” baseada no versículo de Romanos 12:2.
Calma, eu não me conformei com as coisas deste mundo não. Não acho tudo normal como a maioria tem achado. Acho sim que devemos continuar seguindo e praticando o que a Bíblia ensina, porém mais do que Inconformada, acho que hoje eu me intitularia como “A agraciada”.
Ahh essa graça maravilhosa que eu recebi sem merecer. Essa mesma graça que me alcançou quando eu estava no fundo do poço, pode também alcançar o “cristão” que não vive como tal, ou aquele que ainda nem o conheceu ainda verdadeiramente. Afinal, não foi assim com Paulo, o perseguidor dos cristãos? Não foi assim comigo?
Hoje o sentimento em relação a eles é mais de tristeza do que de revolta. Muitas vezes não há palavras que sejam suficientes pra que a pessoa entenda onde ela está se metendo, que o pecado leva a morte. E você vê, claramente a pessoa se afundando, ou se enganando e não consegue fazer nada. A única coisa que você pode fazer por ela é demonstrar amor e orar por ela. Clamar por ela, pra que o Espírito de Deus abra seus olhos espirituais e que ela tenha um encontro verdadeiro com Deus, e que ela possa assim como Jó, dizer: “antes eu te conhecia só de ouvir falar, mas agora meus olhos te veem.” Esse é o meu clamor, minha tristeza e minha confiança em um Deus que sabe o que faz, que tem o tempo Dele, mas que tem tudo em Suas mãos, inclusive os Seus, aqueles que de antemão, os conheceu.
“Obrigada Pai, porque um dia o Senhor olhou pra mim com misericórdia. Derramou a Tua graça sobre mim, abrindo meus olhos. Me perdoa, porque ainda sou falha, me ajude a melhorar. E te peço, tenha misericórdia dos meus queridos que estão perdidos em seus próprios desejos carnais. Assim como o Senhor teve compaixão de mim, mesmo eu sendo indigna, que o Senhor derrame a Tua graça sobre eles. Amém.”

Sobre ainconformada

Uma cristã inconformada com este mundo.
Esse post foi publicado em Vida Cristã e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s