Ego transformado

Há um tempo atrás eu li este pequeno grandioso livro chamado “Ego transformado” de Timothy Keller. É um livro que você lê em meia hora, mas com uma mensagem riquíssima pra nossa vida espiritual.
A gente sempre pensa que a pessoa que precisa de uma transformação em seu ego, é aquela orgulhosa, que “se acha”, que se sente superior aos outros. E é verdade, essa pessoa precisa de transformação também. Mas aquela que tem uma falsa aparência de humildade, mas que na realidade é uma pessoa complexada, que vive buscando a aprovação das pessoas, que necessita ser elogiado a todo o momento, e precisa ter seu ego inflado sempre, também precisa de transformação, tanto quanto a pessoa totalmente ao contrário.
Os dois tipos de pessoa estão tendo problemas com seu ego, com o orgulho. Estão querendo a glória pra elas, sendo egoístas, e só olhando pra si próprias.

Um trecho do livro diz:
“Já o ego quase sempre dói. Isso acontece porque há algo muito errado com ele. Algo inacreditavelmente errado. O ego vive chamando a atenção sobre si mesmo – e isso todos os dias. O tempo inteiro, o ego exige que avaliemos nossa aparência e a maneira como somos tratados. É comum reclamarmos que alguém feriu nossos sentimentos. Mas os sentimentos não podem ser feridos! É o ego que dói.
Caminhar não me machuca os dedos a não ser que eles já tenham algum problema. Da mesma forma, o ego não ficaria dolorido se não houvesse algo terrivelmente errado com ele. Pense nisto:  dificilmente atravessamos um dia sem nos sentirmos esnobados ou ignorados, sem achar que somos idiotas ou sem atormentar a nós mesmos. Isso acontece porque existe algo muito errado com o ego. Algo errado com minha identidade, com a percepção que tenho do meu eu. O ego nunca se sente feliz. Vive chamando a atenção sobre si.”

“Complexo de superioridade e complexo de inferioridade são basicamente a mesma coisa. Os dois resultam do fato de que a pessoa estava superinflada. A pessoa com complexo de inferioridade declara aos outros que se odeia e declara isso também a si mesma.  Pessoas assim estão desinfladas. Se a pessoa está desinflada, isso significa que ela já esteve inflada. Desinflado ou em perigo iminente de ser desinflado é a mesma coisa. E, portanto, fragiliza o ego.  Vazio, dolorido, atarefado e, portanto, frágil.”

“A humildade do evangelho mata a necessidade que tenho de pensar em mim. Não preciso mais ligas às coisas à minha pessoa. (…) A humildade baseada no evangelho significa que não relaciono mais cada experiência e cada conversa à minha pessoa. Na verdade, deixo de pensar em mim mesmo. É a liberdade do autoesquecimento.  É o descanso bendito que somente o autoesquecimento nos oferece. A humildade verdadeira que brota do evangelho significa ter o ego satisfeito, não inflado. Trata-se de algo absolutamente singular. Estamos falando de autoestima elevada? Não. De baixa autoestima? De jeito nenhum. (…) A pessoa verdadeiramente humilde não é aquela que se odeia ou que se ama, e sim a que tem a humildade do evangelho.”

Baseado em Leia I Corintios 3:21-4:7.

Leia o livro. É um livro valioso pra todos nós.

Sobre ainconformada

Uma cristã inconformada com este mundo.
Esse post foi publicado em Vida Cristã e marcado , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s